Qual a dificuldade das pessoas em entender que relacionamento é parceria e não propriedade?
Que se está com a pessoa e não se tem a pessoa.
Ele deixa de fazer algo contigo para supostamente ficar com outras pessoas ou faz isso sem perder tempo que estaria com você?
Ele deixa de te dar amor e carinho por isso?
Se sim, converse com ele. Se não por que se incomoda? Podes também propor direitos iguais, que tal você ficar com gatinhos(as) também? Já imaginou poder ficar com ele sempre que ambos puderem, e quando ele não puder mas você estiver livre poder ficar com outras pessoas ou fazer coisas que você gosta?

(esta foi uma resposta a mais uma das milhões de bobagens de gente que não sabe lidar com aparentes “traições”:
https://www.facebook.com/UFSCSegredos/posts/1608359669422484?comment_id=1608371539421297)

Já disse o Osho:

KARMA

Primeiro fique sozinho.
Primeiro comece a se divertir sozinho.
Primeiro amar a si mesmo.
Primeiro ser tão autenticamente feliz, que se ninguém vem, não importa; você está cheio, transbordando.
Se ninguém bate à sua porta, está tudo bem –
Você não está em falta.
Você não está esperando por alguém para vir e bater à porta.
Você está em casa.
Se alguém vier, bom, belo.
Se ninguém vier, também é bom e belo
Em seguida, você pode passar para um relacionamento.
Agora você se move como um mestre, não como um mendigo.
Agora você se move como um imperador, não como um mendigo.
E a pessoa que viveu em sua solidão será sempre atraídos para outra pessoa que também está vivendo sua solidão lindamente, porque o mesmo atrai o mesmo.
Quando dois mestres se encontram – mestres do seu ser, de sua solidão -felicidade não é apenas acrescentada: é multiplicada.
Torna-se uma tremendo fenômeno de celebração.
E eles não exploram um ao outro,, eles compartilham.
Eles não utilizam o outro.
Em vez disso, pelo contrário,
ambos tornam-se UM e
desfrutam da existência que os
rodeia.
_
Osho

Vejam também:

1. Relacionamento: Abrir, Trair, Mentir ou Respeitar, Falar, Confiar? – https://ventomar.wordpress.com/2014/05/26/abrir-trair-mentir-ou-respeitar-falar-confiar/.

2. Destruindo o preconceito: gêneros, sexualidades e outros – https://ventomar.wordpress.com/2014/06/04/destruindo-o-preconceito-generos-sexualidades-e-outros/.

3. Roteiro para Discussão de Relacionamento – https://ventomar.wordpress.com/2015/08/10/roteiro-para-dr/.

4. Tudo deu errado, não teve jeito = Dicas para esquecer um amor ou relacionamento – http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/3-dicas-da-ciencia-para-esquecer-um-amor/.

5. Sexo casual não precisa ser vazio, frio, raso. http://lounge.obviousmag.org/coffee_is_my_boyfriend/2015/09/sexo-casual-nao-precisa-ser-raso.html.

6. Antes de querer um relacionamento, leia este texto (em inglês): “i don’t give a fuck about how you fuck: or, your hot ass mess is not my revolution” – http://having-an-existential-crisis.tumblr.com/post/108068448898/i-dont-give-a-fuck-about-how-you-fuck-or-your.

Anúncios